sexta, 04 de junho de 2021 - 15:59h - 2619
Após denúncias de consumidores, Procon interdita empresa em Macapá
A empresa vendia, recebia dos consumidores, mas não entregava os produtos. Foram mais de 20 denúncias contra o estabelecimento.
Por: Lourenna Carvalho
Foto: ascom/procon
Fiscal do Procon interditando a empresa.

O Instituto de Defesa do Consumidor do Amapá (Procon/AP) interditou, nesta sexta-feira, 4, uma empresa que comercializa materiais para construção, que funciona na zona norte de Macapá, depois de receber várias denúncias de consumidores que teriam pago por produtos sem recebê-los. A ação foi acompanhada por fiscais da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) e pela Polícia Militar.

De acordo com o Procon, a medida foi motivada após inúmeras denúncias de consumidores quanto ao não cumprimento da entrega dos produtos vendidos. O órgão informou que somente no mês de maio foram efetivadas mais de 20 denúncias em desfavor da empresa. Diante disso, o Procon fez vários contatos com o responsável da empresa, porém, sem sucesso.

Um caso específico que chamou muito a atenção, de acordo com o Procon, é o de uma consumidora que fez uma compra no valor de R$ 6.433,50, se passaram dois meses e não foi realizada a entrega dos produtos que comprou, entre eles tijolos, areia, seixo, cimento, pvc e telhas. Além disso, não foi emitida a nota fiscal.

Diante da gravidade da situação, o Procon determinou a suspensão das atividades da empresa em caráter de medida cautelar, por três dias úteis, até que a autuada apresente dentro deste prazo o estoque de produtos para atender a demanda dos consumidores que já efetivaram o pagamento de suas compras.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá