terça, 02 de março de 2021 - 20:07h - 2070
Varredura contra sarampo imuniza cerca de 70 mil pessoas no Amapá
Ação encerrou no dia 24 de fevereiro, mas Estado e municípios continuam monitorando casos e vacinando a população.
Por: Nathanael Zahlouth .Colaboradores: Marco Antônio P. Costa
Foto: Arquivo/SVS
No total 69.979 pessoas foram vacinadas nos sete municípios indicados como prioridade.

A Superintendência de Vigilância em Saúde (SVS) divulgou os números finais da varredura de vacinação contra o sarampo. A campanha começou em 18 de janeiro e encerrou no dia 24 de fevereiro e foi realizada em parceria com a Organização Pan-americana de Saúde (Opas).

A estratégia foi uma resposta à baixa procura da população pela vacina contra o sarampo e o consequente surto da doença que o Amapá vive atualmente.

No total 69.979 pessoas foram vacinadas nos sete municípios indicados como prioridade – seja pelo critério dos números de notificações, como Macapá, Santana, Mazagão e Porto Grande; ou pelo critério de risco fronteiriço, como Vitória do Jari, Laranjal do Jari e Oiapoque.

"Mais uma ação em parceria com a Opas foi exitosa no estado. Mesmo com o fim da varredura vamos continuar monitorando casos e auxiliando os municípios para imunizar a população contra o sarampo", comemorou o superintendente de Vigilância, Dorinaldo Malafaia.

A campanha também aproveitou as visitas de casa em casa para atualizar a caderneta vacinal de menores com idade até 5 anos. Com isso, foram imunizadas 25.092 crianças com a multivacinação.

A SVS divulgou ainda os números atualizados dos casos de sarampo em 2020 em todo o estado que, até o momento, seguem sendo alvo de preocupação. Só no ano passado foram notificados 454 casos suspeitos e destes 295 foram confirmados. Nos primeiros meses de 2021 já são 223 casos notificados, 24 descartados e 146 confirmados.

Por isso, mesmo com o fim da varredura, não estão descartadas outras ações emergenciais deste porte, assim, segue instalado um comitê estadual que tem atenção específica sobre o sarampo.

"Agora estamos na fase de avaliação das metas e elaboração dos relatórios junto com os técnicos dos 7 municípios. Nossa expectativa é ampliar essa experiência exitosa para os demais municípios não contemplados no plano emergencial contra o sarampo", explicou a coordenadora da ação de varredura e técnica da SVS, Sílvia Maués.

Em todo o Amapá a população tem disponível nas unidades básicas de saúde (UBS) dos municípios doses da vacina que podem ser tomadas a qualquer tempo – pessoas até 59 anos que não lembram ou não tomaram a vacina tríplice viral devem se vacinar.

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ
Site desenvolvido e hospedado pelo PRODAP - Centro de Gestão da Tecnologia da Informação
2015 - Licença Creative Commons 3.0 International
Amapá